DCIM100MEDIADJI_0016.JPGPalavra de Anízio Gomes de Araújo (1908 ─ 2006)

Os primeiros habitantes de Paulino Neves eram de famílias muito ricas, vindos de muito longe, trazendo consigo mais de cinqüenta escravos, que habitavam o Lago do Cereja de Saruê onde, entre eles, estavam os doutores Artur Cereja e Júlio Galas (um dos homens que cavou o Grão-Pará).

Antônio Gomes Marques, pai de Anízio, contou que mais ou menos dois anos depois da chegada dos primeiros habitantes na cidade de Paulino Neves, iniciou-se a 1ª Guerra do Paraguai, entre os anos de 1835 e 1840; porém, não se tem ao certo o ano exato da fundação da cidade, podendo ter sido em 1833 ou 1834.

A Guerra chegou a atingir a cidade e, na época, só havia essa casa no Lago do Cereja, a qual já era coberta de telhas com parede de barro.