Servidores públicos municipais e sociedade civil organizada de Paulino Neves aderem à paralisação desta sexta-feira (28). O protesto ocorreu na Av. Dr. Paulo Ramos e saiu em passeata pelas ruas do centro da cidade.

O ato teve por objeto protestar contra a reforma previdenciária e trabalhista que tramita no Congresso Nacional.

A Proposta de Emenda à Constituição – PEC 287 exige que o trabalhador, seja homem ou mulher, contribua durante, pelo menos 25 anos, para o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), estabelece idade mínima de 65 anos de idade para ter acesso ao benefício.

 

O Secretário de Educação, Lázaro Xavier, esteve presente na manifestação, apoiando o protesto contra modificações que prejudiquem os direitos sociais, considerando “a participação popular em manifestos desta natureza [como] essencial para a formação política do cidadão”, destacou. Em razão de compromissos administrativos, o Secretário necessitou se ausentar.